quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Deus é fiel, mas...


7 comentários:

Sérgio Vianna disse...

E eu que subo e desço todos os dias ao sétimo andar e (ainda) não havia percebido nada...

Brigado Márcio!

Vou ficar de olho...

Sérgio Vianna disse...

Agora à noite (quinta, 25/08), o Jornal da Globo apresenta a narração do Willian Wack (?) sobre as últimas descobertas nos palácios de Kadafi na Líbia:

"Num país tórrido, grama no jardim é sinal de luxo e ostentação".

Se as palavras não são exatamente as daí de cima, representava este sentido a versão global.

Uma rápida olhada no Google, usando o link "Mapas", "Satélite" e "Earth", percebe-se Trípoli ao sul da Sicília, alí próximo da bota italiana, às margens do Mar Mediterrâneo.

Aproxima-se a imagem até avistar jardins e praças espalhadas pela cidade e capital da Líbia. Tem grama e área verde pra todo lado, além de muita, mas muita árvore mesmo.

Pelo visto, Trípoli tem a "ostentação" da grama por toda parte.

E a Globo, bem... a Globo continua pensando que seu telespectador é o mais perfeito idiota e imbecíl.

Crê em tudo e ainda repete no ambiente de trabalho no dia seguinte o que "ele acabou de saber".

Será que a Globo tem razão?

Você internauta que passa por aqui. O que acha?

Marcio Tavares disse...

Só discordo de uma coisa, caro Sérgio. A grande maioria que assiste aos telejornais da Globo é idiota. As exceções (seu caso) só servem para confirmar a regra.

ruy garcia disse...

Márcio,
Tem outra também:
"Deus é fiel; eu é que não valho nada mesmo."
Sérgio, quanto à Globo, assino embaixo do que disse o Márcio.

Joel Bueno disse...

Eu gosto muito de uma da época da visita do papa ao Rio. A Santa Madre lançou um slogan: Deus é 10.

Vagabundo mandou fazer uma faixa que dizia: Deus é 10, mas meu uísque é 12.

ruy garcia disse...

Como disse um comentarista: vão ser hipócritas assim na PQP.
http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-inacreditavel-neomoralismo-da-globo

Marcio Tavares disse...

Não percam no post seguinte uma puta ensinando putaria no programa da cafetina Xuxa Meneghel.