terça-feira, 30 de setembro de 2014

PT-RJ impede vitória de Dilma no primeiro turno

Imagens parecidas com esta poderiam estar exibidas em todo o estado


Pela primeira vez, desde 1994, um candidato a presidente do PT perde ou ganha por pequena margem no Rio de Janeiro no primeiro turno. Pelo menos é o que mostram as pesquisas.

Caso Dilma estivesse melhor nas pesquisas aqui no RJ, a eleição teria muito mais chances de ser decidida a favor da candidata do PT logo no primeiro turno.

E por que isso não acontece? O motivo é a conhecida incompetência  do PT fluminense. Uma sessão do partido que não aprende com os erros. Persistiram no erro cometido na eleição para governado de 1990 onde o Brizola convidou o PT para compor a chapa e, reunidos na UERJ, os estúpidos petistas optaram por lançar Jorge Bittar a candidato a governador. Isso, depois de Brizola ter pego Lula pela mão um ano antes e o levado aos seus redutos que eram a Zona Oeste e Baixada Fluminense. A votação de Lula contra Collor no RJ em 2002 foi arrasadora.

Depois, foi aquilo que se viu: Beth Carvalho cantando Vou Festejar (Chora, não vou ligar... você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão) no horário eleitoral do PDT.

Agora a história se repete. Após anos participando do governo de Sérgio Cabral (PMDB), o PT resolve se embalar na onda de linchamento do governador e lança um paraibano criado na Bahia para governador. O mesmo Cabral que, apesar de suas conhecidas deficiências (quem não as tem?) esteve ao lado de Lula e Dilma todo o tempo. O mais ridículo: o PT de Quaquá resolve romper com o governo estadual, mas só entregar os cerca de 700 cargos um mês depois. O governador, claro, enxotou-os na mesma hora.

A massa não gosta de traidores. Está aí o exemplo de Marina Silva. Aliás, o paraibano tem uma trajetória política muito parecida com a Fadinha da Floresta. Inclusive no quesito troca-troca de partido.

Pezão do PMDB - que à revelia do PMDB apoia Dilma - está em primeiro lugar nas pesquisas. O paraibano está em quarto lugar. Mas não há quase material de campanha com Dilma pelo estado. Dilma perde para Marina em algumas pesquisas ou ganha de pouco, o que também não deixa de ser uma derrota em relação às eleições anteriores. Como ficarão os candidatos a cargos proporcionais (deputados federal e estadual)? A inepta direção do PT-RJ deve saber. Não sei se vai aprender.

Em tempo: o candidato a senador da chapa faz oposição sistemática ao governo federal.


sábado, 27 de setembro de 2014

Carta aberta de uma gordinha à (magra) Marina Silva

Por Camila Moreno (*)

Jovem comenta vídeo em que Marina insinua que Dilma é gorda. “Talvez você não tenha tido noção da gravidade da sua declaração, mas eu vou te contar o porquê ela doeu no fundo da minha alma (...)” Confira a carta aberta de uma gordinha à Marina Silva

Marina Silva alimenta o preconceito contra gordos
Marina,

está circulando pela internet um vídeo em que a senhora faz uma comparação entre você e a também candidata e presidenta Dilma Rousseff. Entre as tantas comparações que podem e devem ser feitas entre as duas candidatas mais bem posicionadas nas pesquisas eleitorais, você opta por dizer é magrinha, enquanto Dilma é fortinha, exatamente com essas palavras, arrancando risadas e aplausos da plateia.

Lembro com nitidez que a senhora já havia feito essa comparação com Dilma na eleição passada, ao ser perguntada sobre suas principais diferenças.

Dilma é a primeira presidenta da história do Brasil e essa é a primeira eleição com grandes chances de duas mulheres irem para o segundo turno. Uma eleição histórica, certamente. Histórica porque em um país cercado de machismo por todos os lados; em que as mulheres são menos de 10% no Congresso Nacional; onde embora muitos avanços tenham sido alcançados com a Lei Maria da Penha, ainda estamos em 7º lugar no ranking da violência doméstica; a maioria dos cidadãos e cidadãs do nosso país, se as pesquisas estiverem certas, optará por confiar o seu voto em uma mulher. Isso é lindo e me emociona.

Leia todo o texto em Vã Filosofia

(*) Camila Moreno é estudante de letras da UNB

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Seringueiro desmascara Marina

Seringueiro bem treinado pelo PSTU dá uma entrevista sobre Marina e fala algumas bobagens típicas desse partideco.

Não concordo com tudo, mas ele dá umas porradinhas bem legais na Bláblá.

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Mudança é com a Marina

Muda de partido, muda o programa, muda de opinião. Vai mudar assim na PQP!

Vou votar na Dilma e fazer campanha

Confesso que não simpatizo muito com a nossa presidenta. Afinal, seu ministério é muito ruim. Alguns poderiam até ser filiados ao PSDB que ninguém estranharia. São os casos do Zé Cardozo e do Paulo Bernardo. Sem contar com a D. Helena Chagas que, no cargo de secretária de comunicação de Presidência, entupiu os cofres da Globo como nunca antes neste país.

Não podemos entregar a Petrobrás para os EUA

Mas diante do perigo que seria uma eleição de Marina, eu passei a achar a Dilma maravilhosa. Não quero um Brasil governado por uma fundamentalista religiosa. Uma pessoa que vive com a cabeça na Idade Média e é monitorada pelo banco Itaú e pelo picareta do Silas Malafaia.


sexta-feira, 1 de agosto de 2014

A Folha de São Paulo finge que é imparcial

Ilustração no Facebook do PT


Parte final do artigo de autoria de Ricardo Amaral "Aécio Mente!"

Por que a Folha publicou a matéria do Aecioporto?

1)
Porque a imprensa brasileira vive sua maior crise de credibilidade desde o êxito da Copa. Atolou-se na pauta da oposição e precisa mostrar alguma independência ao público lesado. O custo-benefício da operação favorece o jornal, que não vai trocar de candidato.

2)
Porque a FSP sempre agiu assim: eventualmente bate em um aliado, mas não abre mão de cobrir o PT deforma sistematicamente crítica. Essa é a diferença de tratamento, disfarçada por matérias pontuais para sustentar suposta “isenção”.

3)
Porque precisa dizer ao seu candidato (a quem considera o futuro presidente) que a FSP não é oEstado de Minas: “Tu és nosso, mas não somos tua”. É um chega pra lá preventivo em dona Andréa Neves. Só quem pode mandar na Folha é o Serra, que por sinal também deve ter sido surpreendido, pois a pauta veio de Minas.

4)
Porque pretendeu fazer uma operação cirúrgica sobre um tema explosivo. Deu manchete no impresso, mas escondeu o caso na home do UOL, que é a verdadeira metralhadora da casa. Manteve o assunto em pauta, mas não foi a Montezuma. O editorial ambivalente de domingo é apenas isso: um editorial ambivalente.

O PT pode esperar por pancadaria brava daqui em diante, mas ficou no direito de reivindicar isonomia: o espaço que a FSP e o Jornal Nacional deram para Aécio Neves se defender é maior do que tudo que já se deu aos petistas acusados de qualquer coisa nos últimos tempos.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Candidatura do playboy em estado Terminal

O Terminal com Aécio Hanks hoje na Globo

Aécio gastou 14 milhões para construir aeroporto na fazenda do titio

Isso que é sobrinho legal. No final do seu segundo mandato de governador de Minas Gerais, o atual senador carioca Aécio Neves (PSDB-Bar Jobi) mandou contruir um aeroporto particular na fazenda de seu tio-avô Múcio Guimarães Tolentino, ex-prefeito de Claudio.

Segundo informações da insuspeita Folha de São Paulo é o titio que controla o acesso ao aeroporto construído em 2010.

Especula-se que o aeroécio também seja utilizados pelos jatinhos de seu amigo senador José Perrella para transporte de... medicamentos de seu Centro de Assistência Social.

"Foi um aeroportinho de nada"
Claro que o espaço para a defesa do senador carioca foi muito maior que a denúncia. E ele aproveitou para dizer a seguinte pérola: "Não houve nenhum tipo de favorecimento na implantação das melhorias na pista de pouso de Cláudio como insinua a reportagem. (...) Todas as atitudes do governo de Minas Gerais referentes ao aeroporto de Cláudio se deram dentro da mais absoluta transparência e lisura”.

Não se sabe se o senador carioca estava sóbrio ao dar estas declarações.


terça-feira, 15 de julho de 2014

Igreja Católica censura filme em que aparece o Cristo Redentor

A Cúria do Rio de Janeiro censurou o filme "Rio I Love You" do cineasta José Padilha (Tropa de Elite, Tropa de Elite II).

Além do argumento religioso, alega que detém direito de imagem sobre a estátua. É, portanto, dona da estátua fincada no morro do Corcovado.

Corcovado antes da apropriação

Seria mesmo o Brasil um país laico? Eu acho que não. O catolicismo é, na prática, a religião oficial do Brasil.

http://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/2014/07/arquidiocese-do-rio-veta-imagem-de-cristo-em-filme-de-jose-padilha.html

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/nacional/online/igreja-catolica-censura-aparicao-do-cristo-redentor-em-novo-filme-de-jose-padilha-1.1054966

http://oglobo.globo.com/rio/cena-do-filme-rio-eu-te-amo-censurada-pela-igreja-catolica-posta-em-xeque-13231905

http://www.cbnfoz.com.br/editorial/entretenimento/08072014-167689-arquidiocese-do-rio-veta-imagem-de-cristo-em-filme-de-jose-padilha


domingo, 13 de julho de 2014

Ufa! Até que enfim acabou a Copa

Já não aguentava mais essa Copa. De bom mesmo só o futebol. Mas ver toda hora o comercial do Cafu na ESPN é muito chato.

Mas o pior mesmo foram os inúmeros feriados que esta cidade campeã de feriados teve.

Feriado dia de jogo do Brasil. Feriado dia de jogo no Maracanã. Que saco! Quero minha vidinha de volta!

Explico: sou aposentado. Então estou cagando pra feriado. Pra mim todo dia é feriado. Só que nos feriados instituídos pelos governos eu só tenho a perder, pois fico sem saber o que abre e o que não abre.

Outra coisa de que me livrei foram dos fogos de artifício. Aliás, nunca vi lugar pra se gostar tanto dessas merdas barulhentas como aqui no Engenho de Dentro.

No dia do viado do São Jorge foram explosões de 5 da manhã até 1h da manhã do dia seguinte. Como essa gente arranja grana pra gastar com essas coisas do demônio é que eu não sei.