quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Fascismo descarado na USP

 Se o outro não é capaz de ver a luz, então 
que seja jogado na fogueira

Vejam o cartaz de uma das chapas que disputam o DCE da USP. Embalados pela campanha de Serra que beirou o fascismo, a garotada da extrema-direita, vem, agora, colocar suas manguinhas de fora. O nível de irracionalidade daqueles que se auto-intitulam "União Conservador Cristã" é tão grande que colocam na mesma fogueira (olha aí o simbolismo) Fidel, Marx, Fernando Henrique, Hitler, Lula, Dawkins etc. Detalhe: a chapa é majoritariamente de alunos de cursos oriundos das Ciências Humanas (Históri, Letras etc.)

São filhos da educação paulista. Consequência direta de um estado governado por mais de 20 anos por um mesmo grupo (16 só do PSDB). São meninos mimados, preconceituosos, ignorantes e de extrema-direita. Ao menor sinal de ascenção social dos menos favorecidos acendem suas fogueiras e babam de ódio. Seria o ovo da serpente?

A pedidos: o Joel Bueno se disse frustrado por não saber quem são o último da primeira fileira, o do meio da segunda fileira, o segundo da última? Pra ser sincero, além desses, não sei quem é o primeiro da segunda fileira. Alguém ajuda nós (quem sabe um dos autores da peça publicitária)?

Fonte: Maria Frô

Balaio de gatos da extrema-direita cristã paulista

3 comentários:

Anônimo disse...

Será um hipérbole? O Inferno de Dante perde para esses extremistas. Imaginem o futuro do país entregue nas mãos desses psicopatas da intolerância.

Joel Bueno disse...

Estou frustrado. Não reconheci todos os demônios. Quem são o último da primeira fileira, o do meio da segunda fileira, o segundo da última?

Sérgio Vianna disse...

Chico Buarque? ? ?

Essa chapa precisa de uma camisa nova... de força. E bem amarrada.