sexta-feira, 5 de novembro de 2010

A direita não sabe perder

Um dos argumentos mais estapafúrdios para tentar justificar a derrota da direita nas últimas eleições é a de que "os pobres (nordestinos aí incluídos) votaram de forma "oportunista".

Esta palavra (oportunista) carrega uma forte dose de conotação pejorativa. Refere-se a alguém que é partidário da Lei de Gérson, que gosta de levar vantagem em tudo, certo?

O dotô falô que eu fui "purtunista"


Mas ela também é um sinônimo para "oportuno". E esta última palavra no dicionário Houaiss significa conveniente e favorável. Então eu pergunto: queriam o quê? que os mais pobres votassem de forma desfavorável ou inconveniente pra eles, pobres? Um classe média alta ou ricaço quando declara sua renda e patrimônio para o Fisco o faz de forma desfavorável? Porra nenhuma! Sonegam. Contratam especialistas pra burlar a Receita. E isso é o quê?

Lá no Engenho de Dentro, a gente costmava dizer que "desculpa de aleijado é muleta". Então, riquinhos e sulistas preconceitusos (racistas) do meu Brasil varonil, vão tomar no centro do olho dos seus respectivos cuzinhos!

Se querem pra vocês esses votinhos "oportunistas", passem a adotar nos seus governos estaduais políticas públicas que ajudem os miseráveis a sair da miséria como fez o presidente Lula. Ou, então, preparem-se para mais muitos governos de esquerda pelo resto de suas nojentas vidas. E quietinhos, tá?

2 comentários:

Joel Bueno disse...

Fora de pauta. Se vc ainda não viu, vai lá: http://tudo-em-cima.blogspot.com/2010/11/resposta-frei-betto-especialmente-os.html

Quero crer que vc vai gostar...

Abraço.

Sérgio Vianna disse...

Não ensina o como fazer Marcio!

Vai que eles gostam...

Vão ter que importar pau brasil, quero dizer, pau para o Brasil.

Gente fina gosta de coisa importada.