terça-feira, 24 de agosto de 2010

Serra ouve estrelas (vermelhas)

Bilac, o poeta premonitório
Serra diz ao seu psiquiatra que ouve um cara de pince-nez e bigodinho sussurando ao seu ouvido:
"Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o Sensus!
Dilma 46% ".

2 comentários:

Sérgio Vianna disse...

Márcio, por falar em poeta, premonitório ou não, o poema do Carlos Drummond de Andrade, transformado em música (coisa antiga, eu sei) mas agora com fotos do Serra ao fundo, dando imagens à música, e publicado pelo Cloaca, ficou sensacional. Disse para o Joel que a semelhança com o do Hitler é grande, nessa fase da campanha eleitoral. Deve bombar na internet.

Marcio Tavares disse...

vou ver. deve estar legal mesmo. Mas o que eu mais gostei foi daquele painel com várias situações em que o Zé Serra mostrava ser amigo do Lula desde criança. Já viu?
PPS: Bilac e eu também somos antigos. Só que eu já vivi mais que ele. rs