domingo, 5 de junho de 2011

Beatles 3000

2 comentários:

Joel Bueno disse...

Muito bom!

Sérgio Vianna disse...

Militante sugere que homens tenham direito a escravas sexuais

====


Márcio Tavares, sendo você um MILITANTE MUÇULMANO ativo, recolho para sua avaliação e deleite uma proposta de solução para o desemprego feminino, elaborada por uma pessoa que é do meio político, ativista religiosa e apresenta um programa de TV.



=======

Vamos ver as propostas:


"Homens deveriam ter direito a possuir escravas sexuais no Kuwait, e a atividade poderia ser exercida por mulheres não muçulmanas que se encontram presas no país".


Quem defende essa idéia acredita que "... ao comprar uma (ou mais) escrava sexual "importada", o homem se mantém decente, viril e devotado à sua mulher, evitando ser seduzido pelo adultério".

E ainda que "... o Kuwait importe prisioneiras de guerra para atuarem como escravas no país", noticiou o jornal "Daily Mail".

"A atividade de escrava seria até boa para as mulheres, pois elas evitariam morrer de fome".

"Não há vergonha alguma nisso".

"O governo deveria abrir escritórios para a contratação de escravas no mesmo molde daqueles que servem para selecionar empregadas domésticas".

"O melhor exemplo que mostra a validade da proposta é a da opção de Haroun al-Rashid, líder muçulmano do século VIII que governava com sucesso uma área que atualmente equivale a Irã, Iraque e Síria e que teve 2.000 concubinas, ou escravas sexuais".

============




Que tal a ideia? Pois saiba que ela foi defendida por uma mulher: Salwa al-Mutairi, política, ativista islâmica e apresentadora de TV local.

Deu no Globo:
(http://oglobo.globo.com/blogs/moreira/posts/2011/06/07/kuwait-politica-sugere-que-homens-tenham-direito-escravas-sexuais-385096.asp)



Com a palavra (de especialista no tema) o nosso Prezado Márcio Tavares.