domingo, 10 de abril de 2011

Assassino de Realengo não era muçulmano, mas os do WTC ainda estão sendo investigados

Islã quer exterminar com civiliação ocidental
Ele colocou na ficha da escola onde estudou que era muçulmano.
Não adianta os politiamente corretos chamarem de preconceito o fato de revelar que o maníaco era influenciado pela religião que mais assassinos produz na atualidade.
Esses fascistas religiosos querem exterminar com a civilização ocidental e muitos de nós ainda defendemos esse bando de assassinos em massa.
São uma cambada de ressentidos pois vivem na miséria por causa de sua religião estúpida que ainda não deixou a Baixa Idade Média.
Viva o fio dental! Viva a liberdade! Abaixo o obscurantismo do Corão.

14 comentários:

Valdecy Alves disse...

BOM DEBATER O MÁXIMO POSSÍVEL O FATO! Sobre o Massacre de Realengo, após dois dias de reflexão, escrevi um artigo diferente, sério, longe do sensacionalismo, da dicotomia BEM x MAL, inclusive analisando o comportamento da mídia, tentando fazer do fato uma lição para aprendizado social do futuro. Ler em: http://valdecyalves.blogspot.com/2011/04/realengo-o-massacre-deve-ser.html

Marcio Tavares disse...

Achei muito boa a sua iniciativa de colocar alguns tópicos para reflexão, mas eu acho que suas propostas são idealistas e, por isso, ingênuas.
Ninguém vai convencer ninguém a respeitar o semelhante ou a não matar simplesmente com mudança de comportamento.
Medidas práticas e concretas do estado brasileiro têm que ser postas em práticas imediatamente.

1 - repressão dura a quem portar, possuir ou vender armas de fogo. Em outras palavras: cadeia;

2 - deixar de incentivar a prática religiosa, pois religião leva à discórdia, fanatismo e até loucura;

3 - a PF deve investigar grupos islâmicos que já estão querendo fazer como na Europa em que já são 20% da população como na França. O Islamismo HOJE é o maior perigo para a humanidade. E cada vez fica mais claro que o cara que matou as crianças em Realengo sofre - no mínimo - influência dessa religião depravada.

Soha disse...

Então,
Infelizmente existe pessoas como você no mundo que tem blogs para denigrir e insultar a fé de outras pessoas. Gostaria de saber de onde você tirou a informação ridícula de que ele se intitulava como muçulmano. Se tal informação é verdade, o que não é, pois percebe-se mais uma vez a sua falta de informação, pois já foi divulgado pela própria mídia que esta informação foi plantada.
E mesmo que ele fosse muçulmano, nenhuma religião do mundo prega este tipo de violência. Até onde me consta, a religião católica não prega a pedofilia, o incesto, ou a incredulidade. Quantos milhares de “católicos” cometeram atrocidades pelo mundo afora e nem por isto foi ressaltado o fato de ser católico, judeu ou evangélico. O que estou dizendo é que haverá pessoas com psicose e que deturpam o que quiserem deturpar e terá sempre um babaca de plantão para comprar o que quer que a mídia sensacionalista e ignorante implanta. Pessoas como você que não tem raciocínio próprio e que não é capaz de tirar suas próprias conclusões e faz como uma criança de um ano que não consegue processar uma informação, mas sim, fica reproduzindo estas idiotices.

Mais de duas vezes, pela terceira vez, percebe-se que você realmente é um ignorante, pois não conhece em NADA o nosso livro sagrado, alcorão. Milhares de descobertas na ciência hoje, foi dita por Allah há mais de 1450 anos, quando nenhum ser-vivo poderia se quer imaginar o que significavam aquelas palavras, a nossa religião perfeita e magnífica já apontava explicações para, até então questões inexplicáveis para os seres-humanos. E outra coisa, O jihad é o ápice da fé de um muçulmano, pois ela consiste em defender sua família, seus princípios religiosos, seu país, isto SE VOCÊ FOR ATACADO. Atrocidades que vem acontecendo contra pessoas inocentes não tem nada a ver com o islam.

Soha disse...

Por último, vai estudar um pouco mais, MESMO, pois o maior assassino da história é o próprio ocidente, pois só no Afeganistão foram mortos quase 6 vezes mais pessoas do que nas torres gêmeas. Isto sem contar com milhares de outros inocentes em Beirute, Iraque e tantos outros. Por fim, infelizmente vivemos num país em que qualquer babaca como você pode falar uma merda desta pela net. Mas nossa fé é muito maior que pessoas pequenas e medíocres como você.

Soha.

Marcio Tavares disse...

Soha, pode continuar escrevendo o que quiser. Aqui não é um país islâmico não tem, portanto, censura.
Mas não ouse me ameaçar.

Joel Bueno disse...

A Soha seguiu a sua sugestão. Meteu o malho...

A moça te ameaçou? Conte comigo pra te defender... desarmado.

Mas ela tem razão em um ponto: o maior assassino é mesmo o Ocidente. Se bem que campeonato de chacina seja uma coisa de muito mau gosto.

Marcio Tavares disse...

Joel, defender um modo e vida que possibilita você falar o que quiser; onde você pode tomar um chopinho com os amigos; ver umas bundinhas bem legais em Ipanema até que tem lá sua justificativa, não acha? Além do mais eu moro no Ocidente e estou muito satisfeito. Pode melhorar, mas o Islã quer piorar ainda mais. É um tipo de fascismo pior mil vezes que o alemão e o italiano. E eu fico pasmo e ver uma mulher defender uma coisa dessas. Não tem explicação dentro do campo da razão.

Soha disse...

A COMUNIDADE ISLÂMICA, através de suas entidades representativas, vem a público condenar veementemente, a atitude do cidadão Wellington Menezes de Oliveira, que na manhã de hoje, na cidade do Rio de Janeiro, cometeu o ato insano e inexplicável de ferir e matar varias crianças, na Escola Municipal Tasso da Silveira.
Com relação as primeiras colocações feitas por parentes do assassino de uma possível vinculação desse cidadão com a religião Islâmica, depois desmentidas pelos mesmos, reafirmamos que ele não é muçulmano e não tem qualquer vinculo com as Mesquitas e Sociedades Beneficentes, mantidas pela comunidade, em todo o Brasil.

Soha disse...

Cabe esclarecer ainda, que os princípios do ISLAM, ditados pelo LIVRO SAGRADO DO ALCORÃO, pregam a conduta pacífica de seus adeptos e exigem de seus seguidores, uma postura absolutamente diversa à que algumas pessoas querem de forma precipitada atribuir a religião e seus adeptos.
“QUEM TIRAR A VIDA DE UMA PESSOA INOCENTE É COMO SE TIVESSE ASSASSINADO TODA A HUMANIDADE”. Alcorão Sagrado
Estamos direcionando todas as nossas orações para as vitimas e familiares desse brutal ato de violência contra inocentes crianças.
- FAMBRAS
A polícia achou 10 bíblias na casa dele e nenhum Alcorão.Ele era TESTEMUNHO DE JEOVÁ.Mas a religião dele,seja qual for,NÃO TEM CULPA DISSO.Ele tinha problemas mentais,era isolado,sem amigos,tinha graves problemas.
Portanto julgar o Islam e culpar o Islam por isso É UM ATO ERRADO,pois ele não era muçulmano,e um verdadeiro muçulmano JAMAIS faria isso.E também não deve julgar a religião dele,de testemunha de Jeová,porque ELA NÃO TEM CULPA,nenhuma religião tem!
Só porque ele disse que queria fazer o mesmo que ocorreu com o World Trade Center com o Cristo Redentor NÃO faz dele um muçulmano.Ele criou no Orkut uma comunidade “entendendo a Bíblia”.Na carta dele,ele NÃO queria um enterro islâmico,por mais que fale do “lençol” branco e tenha semelhança com o rito islâmico,ele fez uma confusão e misturou várias religiões.A carta dele provava que ele era um louco,literalmente.
O Islam está sofrendo ataques de preconceito SEM RAZÃO!
Hoje li no blog da Irmã Gisele – Filha da Alvorada – um texto que me chocou. O texto é : “Embaixada dos EUA pediu à grande imprensa brasileira para difamar o Islam no Brasil“
Aqui o link do texto: http://filhadaalvorada.blogspot.com/2011/04/embaixada-dos-eua-pediu-grande-imprensa.html
Então é isso! O ISLAM NÃO TEM NADA A VER COM ISSO,NEM O ISLAM E NENHUMA RELIGIÃO.

Soha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Você é mto otário msm...

Marcio Tavares disse...

Sr. Anônimo, mais otário é quem perde tempo lendo as bobagens postadas aqui. Buuuuu

Marcio Tavares disse...

A verdade é a seguinte: depois que descobriram que o cara era mesmo cristão, deu-se o caso por encerrado.
Me deu até vontade de apagar o post devido à hipocrisia dessa raça que acredita em virgem grávida.

Guilherme de Pinioliz disse...

Sinceramente senhor, não se pode julgar um grupo religioso por um ato de insanidade de um membro.

No caso do Realengo, nem ligação com o Islamismo tinha o assassino.

O senhor foi precipitado em seus comentários indo contra a constituição Brasileira, Lei nº 9.459, de 15 de maio de 1997, que considera crime a prática de discriminação ou preconceito contra o credo alheio.

Você pode até se apoiar na clausura Democrática, a que permite apenas uma crítica, sem fins de ofensa.

Mas pecou ao mostrar intolerância em seus comentários, tornando sua observações não construtivas.

Lamentável...